Torneio de Tiro do Gefron teve a participação de 150 competidores

Da Redação

Cumprindo as medidas de prevenção ao coronavírus e com o mesmo entusiasmo característico das comemorações do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), o 6º Torneio de Tiro reuniu cerca de 150 competidores, entre militares e civis, neste sábado (05.12), em Cáceres (220 km de Cuiabá).

A competição comemora os 18 anos de existência do Gefron, completados em março deste ano. No entanto, devido à pandemia, o torneio teve que ser remarcado, medida que não mudou em nada o sucesso da iniciativa, que já é tradição no calendário da segurança pública.

“Acredito que o Torneio de Tiro do Gefron, uma atividade realizada anualmente na cidade de Cáceres, materializa exatamente o significado da atividade do policiamento aqui na fronteira, que é uma atividade integrada que compõe várias instituições trabalhando com um mesmo foco. E nesse torneio o Gefron consegue reunir todas essas instituições”, pontuou o secretário adjunto de Integração Operacional, coronel PM Victor Fortes, que prestigiou a competição.

Além do Gefron, entre as instituições presentes estavam representantes da Polícia Federal, do Exército, do Ministério Público Federal (MPF), das delegacias Regional de Cáceres e Especializada de Fronteira (Defron), do Comando Geral da Polícia Militar, dos Comandos Regionais 1, 2 e 12, do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), da Força Tática do 6º Comando Regional, da 4ª Companhia Ambiental, do Corpo de Bombeiros Militar, além de integrantes de diversos clubes de tiro.

“É um torneio que a gente convida as instituições parceiras e amigas do Gefron para confraternizar e fazer a prática desportiva, sendo um momento de retribuir esse apoio recebido dessas instituições” disse o coordenador do Gefron, tenente-coronel PM Fábio Ricas.

Além de competir e participar da premiação aos ganhadores do torneio, o comandante geral da Polícia Militar, coronel PM Jonildo José de Assis, pontuou os avanços do Gefron ao longo dos anos. Assis já comandou o Gefron durante dois anos, além de ter sido operador de fronteira quando ainda era capitão.

 

“Coronel Fabio junto de sua equipe elevaram o nível do nosso torneio de tiro a um patamar superior. Na nossa época nós tínhamos algumas limitações, mas não deixávamos de fazer. Então comandante Fábio está de parabéns, além de toda a equipe de oficiais e praças de nosso Gefron e está de parabéns o nosso secretário de Segurança Pública que apoia e investe no policiamento de fronteira”, disse Assis.

Premiação

Com 33 anos de dedicação à segurança pública, o sargento PM Irineu Jacinto ocupou o lugar de maior destaque no pódio e ainda deu a fórmula da vitória. “Tudo é dedicação, primeiramente é acreditar naquilo que você vai fazer e depois muito treino. É fazendo com cautela e dedicação que tudo acontece. E aproveito para dedicar esse prêmio a minha esposa, minha companheira e parceira de treino”, comemou Jacinto.

Confira a relação de ganhadores da competição:

Categoria Gefron

1º lugar – Irineu Jacinto
2º lugar – Marcelo Gomes Sobrinho
3º lugar – Marcio Greyck da Silva
4º lugar – Jhiango Silva Fazolo
5º lugar – Cristiano Kozen

Categoria Atirador

1º lugar – Rodrigo Delfino
2º lugar – Daniel Rondon
3º lugar – Wesley Oliveira
4º lugar – Reginaldo Pacífico
5º lugar – Renato Rostey